Design by Laurie

domingo, 27 de setembro de 2009

Histórias de casamento com brinde

Oi, meninas...quem tem uma história ruim de casamento para contar?

Eu tenho péssimas histórias do meu...por exemplo: as lembrancinhas do casamento ficaram prontas somente um ano depois hahahahaha, sou casada há 3 anos e meio e estão todas aqui ainda (olhe a foto). Como iria entregá-las? Tinha gente de outros estados e 2 convidados estrangeiros...





Você tem alguma história ruim de casamento para contar?

Bom...eu entrei nesse assunto por que ontem foi o casamento da Aline e do Ricardo e eu fiz esse álbum de assinatura como encomenda para eles.
A noiva me ligou na sexta à noite muito contente.
Fiquei feliz...não existe coisa pior do que algo dar errado no dia do seu casamento, não é?

Veja as fotos do trabalho e conte-me nesse post alguma coisa bizarra que aconteceu no seu casamento ou que você viu acontecer no casamento de alguém.

Darei o porta-jóias ou apliques lilás (abaixo) da Scrapcherry para a pior história, pois foi a cor dos detalhes do meu vestido de noiva e da decoração - (Carlinha Falls está fora, pois o casamento dela foi um misto de casamento dos sonhos com coisas ruins...que acabaram ficando boas...sei lá...).




Vejam as fotos do álbum...bjos



Capa: usei cortiça no círculo para colocar os nomes. Papéis K&Company e pontos de luz e flores da Prima Flowers (comprei um kit lindo da Carol Soreli - www.sorelinha.com.br)




Na parte de dentro da capa fiz um bolso redondo para colocar TAGS com as fotos dos noivos, que juntos completavam a palavra AMOR - Usei alfabeto adesivo da Scrapcherry (breve na lojinha www.scrapcherry.elo7.com.br)



Primeira Página: foto dos noivos - Adesivos Scrapcherry.


Na parte de trás da primeira página, fiz essa flor com palavras de Amor


Segunda página, detalhe de passa-fitas


O lacinho veio do Kit que a Raissa Costa enviou na primeira troca do Circle Journal da Scrapchearts (www.scraphearts.blogspot.com)


O coração encaixadinho é de tecido


A primeira vez que vi fotos divididas em páginas foi no site da francesa Gauxanne ( http://www.gauxanne.over-blog.com/)


Nas bolas do papel - que lembram bolhas de sabão, coloquei botões coloridos


Página decorativa no meio do álbum: variações da mesma foto



Flores de Papel K&Company, coleção Carolyn Gavin


Fiz a famosa portinha para esconder as fotos abaixo. Usei Alfabeto Scrapcherry


Fotos escondidas


O preto é de origami. O alfabeto é Scrapcherry.



Efeito filminho com a moldura preta. Os adesivos são da...bom, vocês já sabem...começa com Scrap termina com Cherry...


O papel decorado é de papel de origami. Os adesivos são tickers e não são scrapcherry...


Fala a verdade: os noivos ajudam...são lindos!


Na capa de trás coloquei a data do casamento com tickers brancos e usei moldura com efeito de filme para destacar a foto principal.


E para finalizar: eu de noiva, no dia do meu casamento, com meus autênticos dentes de pônei (segundo minha irmã) e detalhe do bordado lilás no vestido

Bjos, scrapgirls



18 comentários:

Silvana Franco disse...

Oi Lu!! Nossa que doideira! Suas lembrancinhas chegarem depois do casamento??!!
O álbum de assinatura ficou muito fofo, adorei a diversidade de cores e as fotos de vários momentos do casal!!
Olha, eu não me casei legalmente e, tb não me lembro de nenhuma história bizarra de casamentos que fui, ainda bem, né??

Bjcas

Gisela N. de Lima disse...

Oii Lu!!
Tudo bem??
Que lindo seu trabalho!! Pena que quando casei (ano passado)não conhecia o scrap!!! Fiz meu caderno de assinaturas bem basiquinho. Meu casamento, modéstia parte, foi dos sonhos!! Tudo deu certinho e estava perfeito!!
Mas infelizmente o da minha prima (nov/07) foi bem triste. Não é uma história bizarra, mas sim triste. O avô do noivo faleceu bem na hora da cerimônia. Aí já viu!! Na igreja deu td certo (apesar do chuvaréuuuuuuuuu lá fora!!), mas a festa foi uma tristeza só!! Todos chorando, para vc ver a banda não tocou e nem quis receber a última parte do casamento.
Beijocas
Gi

deacafe disse...

ai, lu... receber encomendas um ano "depois" do casamento ninguém merece, né! a gente já planeja, encomenda tudo bem antes pra no dia dar tudo certinho e fazem dessas! aff! mas mesmo assim vc estava linda e radiante, viu? e nada de "dentes de pônei"!! ora essa! rs irmãos tem dessas, né, nem te conto 'como' meu irmão me chama, rs.
seu álbum tbém tá bem fofo!
já vi algumas "coisas" em casamentos, sim... só preciso me lembrar. se lembrar, te conto! bjs! ah, agora até me lembrei de um, mas foi mais programa de índio pros convidados do que o casamento dando errado pros noivos... acho.

samanta disse...

oi,posso contar sobre o meu heheeh,q foi muita coisa errada,aff!
Primeiro o pessoal q iria entregar a decoração q escolhemos,atrasou´q só,entregaram na sexta bem tarde da noite,e o casamento era no sabado pela manha,conclusão tivemosq arrumar tudo sozinhos(eu,meu marido,minha mãe e minha cunhada)o fotógrafo n apareceu,liguei diversas vezes pra ele ,e ele por sua vez sempre confirmava estar tudo certo,eu até quis pagar uma parte antecipada e ele disse q n precisava..no final temos as fotos q os convidados foram tirando,e as melhores fotos q um cunhado nosso tirou enos deu dicas de poses...ficaram péssimas,pq ele bateu em baixa resolução na máquina.
O meu vestido quando fui fazer a última prova n fechava mais heheheh,e a costureira disse q n tinha como aumentar,aí ela fez um disfarce q ate ficou bonito.Como eu sou do sul e me casei aqui em Recife,somente minha mãe pode vir,então n tinha ninguem pra entrar na igreja comigo buáaaaaaa.
Eu comprei as coisas pra fazer o meu buque com aa juda da minha cunhada q foi comigo,sóq faltou flores,pensem....e no sabado antes do casamento minha mae foi com meu cunhado comprar.Meu outro cunhado iria cuidar da parte das bebidas pra gente,e alugar um freezer etal...na última hora ele trouxe ageladeira velha dele,e n estava gelando direito,e eu avisei..mas n me ouviram..conclusão no sabado mesmo pela manha tiveram q comprar gelo e colocar....
bem essas são as coisas q me deixaram mt estressada,eu ate chorei antes de fazer a maquiagem q felizmente ficou belissima.
essa é minha história,aconteceu em dezembro de 2006!
bjus
samanta

joice disse...

bom, eu nao sei se é bem uma historia de casamneto. Mas uma vez estava de madrugada no pronto socorro com a minha mae q teve uma crise (a minha mae tinha pedra na visícula). E aí chegou um moço em coma alcoólico.. Detalhe.. Ele ia casar no dia seguinte de manhã cedinho..!!! Só Nao sei se ele se recuperou a tempo! Mas imagine só a situação.. O noivo nao aparece pq exagerou na despedida de solteiro..rsrsrsr

Angela disse...

ai, escrevi um monte e apagou tudo!!! lá vai de novo!

eu casei num sábado de manhã, num sítio. os noivinhos do bolo só ficaram prontos na sexta à noite, o noivo teve q ir buscar depois da meia noite!! quando fui me arrumar no sábado às 07 da matina, fui vestir a meia calça e rasgou de cima a baixo!! minha mãe teve q ir comprar outra correndo, toda maquiada, hahaha...quando cheguei no sítio, tava chovendo, afff!! e o meu sonho de andar linda na grama verdinha??? não ia perder né! fiquei dentro do carro 45 minutos esperando o tempo melhorar! e melhorou! daí saí prá casar, rsrs...no sítio tinha uma piscina, eu não queria nenhum louco se jogando lá dentro, daí pedi prá encher de bexigas...adiantou muito né, no final da festa o povo pulou de roupa e tudo, ô raiva! mas no final deu tudo certo, e ainda fui embora de pickup com meu véu voando pela janela, rsrs, adorei!!

Si disse...

Oi Lu, tudo bem?? Arrumei meu blog, agora você pode ler sem ficar mais miope.. rs.. Eu não sou casada mas tenho uma história bizarra de casamento (que por sinal aconteceu neste final de semana). Fui com meu namorado em um casamento no qual ele seria padrinho junto com a prima da noiva, mas aconteceu um imprevisto com a mãe dela e a mesma não pode comparecer. Nem eu e nem meu namorado sabia que ela não estava lá, então fiquei sentada esperando a entrada do pessoal e ele ficou esperando ela pra se preparem para entrar. Como ela não pode comparecer a noiva resolveu chamar o primO dela pra entrar com meu namorado... imagina como foi engraçado ver o meu namorado entrando na cerimonia com outro homem, né!! Tirando que quando as pessoas viram, todos começaram a rir... e o casal que estava no meu lado ainda falou pra mim: "Nossa, que casamento moderno, tem até um casal de padrinhos".... foi engraçado, mas ainda bem que todos levaram na brincadeira... bjo!!!
Si

Dani Pires Vellozo disse...

Oi Lu,
lindo o álbum! Não tinha como os noivos não gostarem...
Bom, meu casamento tb foi há 3 anos... Mas deu tudo certo! A não ser por 1 detalhe: esqueci de levar os licores da mesa de chá!
Conclusão: os convidados comeram copinhos de chocolate sem o licor... Mas não acho que tenha sido um problema, pois ninguém comentou! Se bobear, só eu reparei este detalhe.

Agora, já ouvi uma história bem triste de casamento...
Quem me contou foi um rapaz que trabalhava comigo. Não lembro se ele esteve no casamento ou se saiu em algum jornal... Mas a história é a seguinte: no dia do casamento o noivo decidiu que iria de moto para a igreja. Até ai, tudo bem! Só que o problema foi na hora de sair da igreja! Quem levaria a moto para ele ir de carro pra festa, com a noiva (aquela hora, esposa)? Ninguém era habilitado ou sabia dirigir (ou pilotar?) uma moto. Conclusão: a noiva foi sozinha no carro e o noivo foi na moto.
Só que no trajeto da igreja para a festa, o noivo sofreu um acidente e morreu! E ali começou e acabou o casamento!
Triste, né?

Bjs.

deacafe disse...

bem, deixa eu contar a minha história. acho que não vai chegar nem perto de algumas que li por aqui, mas vamos lá...
fomos para um casamento numa cidadezinha bem do interior, numa belina velha, com 9 pessoas dentro (que perigo!). chegando perto, não conseguíamos achar onde era a casa do noivo (quem nos convidou) e o carro ainda atolou (estava um frio e uma chuva horrorosa e era área rural). tivemos que empurrar o carro (a belina, pra quem lembra, era a álcool e não pegava fácil). nem preciso falar que ficamos todos cheios de barro. chegando na casa do noivo, não tinha lugar pra todo mundo ficar e pior: não tinha água pra tomar banho! olha o estado: sujos, cabelos empastados e viajando um dia inteiro, quase. além da fome! tivemos que nos virar limpando com pano e água da chuva (!!!) os barros da cara, do corpo e roupa (e os sapatos em estado lastimável). pensamos que ganharíamos um café e nada. ninguém serviu nada pra gente. e o centro da cidadezinha era longe. todo mundo verde de fome. tá, lá fomos pro casamento, horrorosos! meu Deus, qdo eu lembro... na igreja, de vez em qdo um olhava pro outro e disfarçadamente fazia sinal pra tirar um barrinho da cara ou braço, kkkkkk. na hora da festa, pensamos: graças a Deus vamos comer!! isso já eram umas 19:30h ou 20h, acho. Tinha que formar fila pra entrar no salão (e aquela chuvarada toda!!). se não fosse a fome... eis que qdo finalmente conseguimos entrar, a comida tinha acabado. pode?? um monte de gente ficou sem comer. e nós, depois de um dia inteiro viajando e passando sufoco, quase em jejum, tivemos que voltar viajando à noite pq lembram, não tinha lugar pra ficar. e com fome. ai gente, se eles não tinham condições então nem convidassem, né. pq nem éramos tão chegados assim.
olha, foi um programão de índio! passado a raiva e frustração, demos boas risadas do acontecido, rs. beijos!
ah, lembrei de outra: fomos a um casamento de um colega de trabalho do meu marido, marcado na igreja tal, hora tal, em outra cidade tbém. como não conhecíamos muita gente, chegamos no dito lugar e a noiva (que não conhecíamos) já estava entrando. que vergonha, chegando atrasados no casamento e entrando depois da noiva. mas tudo bem. e o casamento se sucedeu, e nós lá. como ficamos bem atrás, nem dava pra ver direito os noivos. eu mesma não conhecia nenhum dos dois. acabado o casamento, fomos cumprimentar os noivos e quase lá, meu marido me cutuca e diz: mas o noivo não é ele!! detalhe: estávamos no casamento errado!! kkkkkk cumprimentamos os noivos e saímos de fininho!! lá fora, daí achamos o pessoal conhecido (da empresa) "esperando" o "próximo" casamento que seria o que nós deveríamos ir! é que havia atrasado! imagina a gozação!! todo mundo se matou de rir de nós! ah, detalhe: o nome do noivo era o mesmo do noivo colega do meu marido! e a noiva não conhecíamos e meu marido ficou na dúvida do nome. como não dava pra vê-los, achamos que estávamos no casamento certo. sem contar que esses noivos do casamento errado de certo até hoje pensam em quem era aquele casal (nós). kkkkkkk que mico!!! kkkkk
beijos!

deacafe disse...

credo!! olhei agora aqui e me horrorizei com o tamanho do meu comentário! :S

Lu Gomes disse...

Ah, não liga não...pode colocar o tamanho que for...histórias de casamento são tudo de bom...tirando as tristes, né, gente, dá até arrepio! Tudo bem, eu não posso mandar o brinde para eu mesma, mas deixa eu contar que fui madrinha de um amigo do marido meio que de última hora, pois os padrinhos verdadeiros deram cano. Além de cair de quatro na escada da igreja logo na chegada, só conheci a noiva no altar...e ainda por cima, indo para a igreja, levei uma multa! Bizarrrrrro!

deacafe disse...

Aff!!! Lu!! Que cruz! rsrs Beijos!

Bolota disse...

Vou tentar encurtar uma longa história, mas não posso prometer que vai dar certo. Vou ter que dividir o post em duas partes:
PARTE 1
Eu me casei com um Irlandes e por motivos financeiros decidimos pedir aos nossos convidados para ir até a cidade de Parati no Rio de Janeiro para participar de nossas férias e, no meio das férias, nossa celebração de casamento. A idéia seria que pessoas vindas da Irlanda pagariam por sua própria estadia, comida e entretenimento e nós e nossa família no Brasil não precisaria entrar em falência pra receber 45 Irlandeses e dois suecos.
A idéia deu certo e o casamento consistiria num churrasco de boas vindas na sexta-feira, um almoço com sessão de fotos espontâneas nas cachoeiras no sábado de manhã e tarde, a cerimônia numa Ilha romântica no meio da Baía de Parati, um almoço num restaurante maravilhoso no Domingo e, finalmente, um Luau numa praia privada no Domingo a noite onde seriam servidos pastel de feira de todos os sabores.
Primeiro que tivemos a maior dor de cabeça pra pagar as coisas do casamento 3 dias antes do casamento acontecer porque o banco do meu marido esqueceu que ele estava viajando para o Brasil e bloqueou o cartão de crédito. Depois dele ligar 3 vezes pro banco ameaçando explodir o prédio eles decidiram liberar o cartão e pudemos pagar pelas despesas.
Os convidados chegaram no dia previsto e o churrasco de boas vindas foi a primeira e única coisa que funcionou a partir daquele momento. No dia seguinte, quando levamos todo mundo para as cachoeiras, o sol estava à toda, um dia super quente e agradável. Um dos nossos convidados mais jovens (78 anos) deu um escorregão e bateu a cabeça nas pedras deixando toda a família preocupada. O incidente foi seguido pela minha avó que também saiu surfando num caminho de lama.
Voltamos para a pousada e começamos a nos preparar para o casamento. Uma hora antes de sairmos para a Ilha meu marido foi chamado por uma casa de câmbio onde um de nossos convidados estava sendo ameaçado de ser preso só porque ele foi trocar dinheiro e esqueceu de levar o passaporte, enquanto isso eu me maquiava e tantava ensinar minha irmã como fazer meu casamento porque a pessoa que iria faze-lo em portugues não havia chegado.

Bolota disse...

PARTE 2
O micro ônibus chegou para levar os convidados para o cais onde um barco iria nos levar para a Ilha. Nenhum convidado sabia que o casamento seria numa ilha, nós guardamos a surpresa para o momento que eles chegassem no cais. Até este momento a pessoa que faria a parte em português do casamento ainda não havia chegado. A primeira leva de convidados foi para o cais e eu e meu esposo ficamos na Pousada para ir com a segunda leva. Quando o micro-ônibus estacionou em frente à pousada vimos a pessoa que faria o casamento estacionando o carro...UFA!
Eis que chegamos ao cais e caminhando para chegar até nosso barco pessoas estranhas de outros barcos vinham me perguntar: “ Então você é a noiva que vai casar naquela Ilha? A Ilha está varavilhosa!” Aí pensei: “ Minha Ilha ta linda, ta linda, ta linda....” Outra pessoa estranha me parou e disse: “ Então agora nós sabemos quem é a noiva daquele bolo lindo!”. Ai pensei: “ Meu bolo ta lindo, ta lindo, ta lindo...”
Finalmente chegamos no local onde o barco iria nos pegar e...cadê o barco?
Bom... o barco não conseguiu atracar no cais porque o local separado para ele estava sendo ocupado por um Iate enorme pertencente ao “principe de parati” que estava tendo uma briga judicial com o dono da ilha onde fariamos o casamento. Eu podia ver o barco lá, à deriva, esperando uma oportunidade para atracar. Depois de 30 minutos de espera um marinheiro pertencente a 1 das 3 fragatas da marinha que estavam atracados no final do cais propôs uma solução: Nosso barco atracaria paralelo à 3ª fragata e nós atravessariamos as três propriedades da marinha pra chegar ao nosso barco.
Feito!
E lá fomos nós com marinheiros carregando velhinhas de 78 anos nas costas e eu tentando convencer minha avó que era melhor ela deixar o marinheiro carrega-la para o barco ao invés de voltar para a pousada. Quando ela decidiu voltar para a pousada eu literalmente dei ordem para os dois marinheiros meio que pega-la a força e leva-la para o barco. Deu certo!
A última pessoa a colocar o pé no barco foi meu marido, assim que ele o fez começou a garoar. De onde aquela chuva veio, ninguém sabe porque o céu estava limpo no cais e eu tenho foto pra provar. Uma das convidadas disse: “ Nossa, que pena...ta começando a chover!” e eu disse: “ Na Bíblia chuva é um sinal de benção!”...mal terminei minha frase e começou uma tempestade de vento.
Barco vira pra lá, barco vira pra cá, todo mundo sendo molhado e a maioria dos convidados entraram na casinha do barco e esqueceram da noiva pra fora...então eu fiquei bem no meio do barco escondida entre os coletes salva-vidas e olha que eu só molhei meu pé...barco vira pra lá, barco vira pra cá, convidados passando mal e com medo de morrer.
Chegamos na Ilha e...cadê minhas tochas?
Nada de tochas, nada de luz.
O vento e a chuva fizeram tudo voar: decoração de conchas, velas, bolo, docinho, taças, pratos etc. Embora estavam num local coberto a ventania fez com que a água molhasse tudo o que tivesse direito incluindo o equipamento da banda e da cantora de Bossa Nova que pagamos para cantar.

Bolota disse...

O RESULTADO:

Resultado:
A ilha estava sendo iluminada por aquelas luzes de capô de carro (quando o carro quebra e a gente improvisa) e quando um dos convidados sentou num banco para tentarmos acalmar a situação uma das luzes deu curto e explodiu atrás dele...grito histórico!, minha melhor amiga que decorou a ilha pra mim estava às lágrimas, seu esposo que ajudou super chateado, meu irmão que estava ajudando com a aparelhagem do som estava P da vida (a aparelhagem era alugada) e a cantora contratada estava chorando até as horas. Depois de consolar minha amiga e a cantora, tentar acalmar meu irmão e fazer um discurso para os convidados que ficaram como baratas tontas enxarcadas nós comemos nosso jantar e celebramos o casamento quando a chuva passou e nos presenteou com um céu cheio de estrelas e um mar calmo.
O casamento foi celebrado sem microfone, cantamos à capela sentados em cadeiras molhadas e comemos bolo molhado com docinhos cheio de formiga.
Meu marido fez uma surpresa e passamos a noite na ilha enquanto assistiamos os convidados no barco abandonados no meio da escuridão esperando o barco ser consertado, pois o motor pirou no momento que eles estavam voltando para a terra firme.
Emoçao, emoção...muitas risadas, uma manhã maravilhosa na ilha no dia seguinte com direito a café da manhã de rei, nascer do sol perfeito, peixes e tartarugas marinhas...
Essa é minha história e aqui estamos: 3 anos de casados e um filhinho lindo!

Lu Gomes disse...

Jura que o nosso barco falhou na volta? Afff, eu nem notei, a gente cantava tanto, mais tanto, que nem notamos que o motor pifou! hhahahaha, seu casamento foi histórico!

Aeris disse...

O casamento do meu primo foi na praia e foi o mais engraçado que eu já vi na vida! XD Primeiro porque todo mundo cismou de andar de salto alto na areia e ficava afundando toda hora. Segundo porque como era a céu aberto, todo mundo foi atacado por pernilongos gigantes e as fotos tiveram que ser editadas para não aparecer as picadas no pescoço da noiva! XD UHAHUAH Mas o pior de tudo foi o padre, que toda hora trocava os nomes dos noivos!!! Meu primo se chama Lúcio e a mulher dele se chama Paula e o padre passou o casamento inteiro chamando os dois de Lúcia e Paulo! XD UHAUHAUHAHU O vídeo do casamento acabou ficando melhor do que muito filme de comédia por aí! \o/

andreia disse...

meu casamento foi julho do ano passadonossa aconteceram tantas coisas primeiro eu me arumei na casa de um amigo tbm minha mae minha cunhada e as daminhas até ai tudo bem primeiro prolblema me ligaram falando que meu marido estava doida da vida pq a igreja não esta do geito que tinhamos pedido ai chamei minha subrinha para ir até la comigo fomos realmente não estava tinha vasos de vidro no corredor como era pequeno poderia atrapalhar mai estava linda tudo bem liguei pra ele e disse que estva bunita ao sai da igreja minha subrinha rala o carro em outro que esta la estacionado saimos de fininho sem ninguem perceber voutei a me arrumar o dia estava completamente chuvoso quando foi mais tarde chegou minha mae para se arrumar ela ficou linda só que não cabia no mesmo carro que eu então ela ficou pronta quando eu sai para entrar no carro do meu amigo que estava me arrumando ta fui pra igreja cheguei lá notei que minha mae não tinha chego ainda esperei bastante tempo me atrasei e nada da minha mae fiquei nervosa tive que entrar sem ela chegar mais minha procupação era se tivesse acontecido um acidente pois eu tinha deichado ela pronta nossa fiquei a cerimonia inteira nervosa olhando para traz nem prestei atenção no que o padre falou no final do casamento olheipra traz graças as deu minha mae chegou na hora dos cumprimentos coitado toda molhada nervosa e chorando o carro do meu amigo pifou no caminho a um detalhe que equeci lembra do vaso de vidro que falei no começo então meu vestido derrubou todos conforme eu passava e tbm minha subrinha coitada ia levar a lembrança dos padrinho tadinha entrou com cestinha vasia esqueceram na no salçao da festa as lembranças mais no final ficou tudo lindo eu fiquei muito bunita a decoração da festa então foi um sonho
eu tenho tbm a historio do casamento do meu irmão muito engraçado minha subrinha que entrou com a cesta vasia no meu casamento tbm foi daminha dele e tb iria levar as lembranças dos padrinho que seriam rosas estavamos todos na igreja e ninguem sabia onde estavam essas rosas ligamos para noiva ela disse que estava na festa meu pai foi correndo buscar chegou la ele não achou pegou uma sacolinha de mercado uma faca saiu cortando as flores dos arranjos das mesas e levou mais disse que de cestinha vasia a neta dele não entrava dinovo kkkkk